home ›› Notícias ›› Da Lama ao Tri - Muhlenberg conta em livro a epopéia que foi a improvável conquista da Copa do Brasi

Notícias

Da Lama ao Tri - Muhlenberg conta em livro a epopéia que foi a improvável conquista da Copa do Brasi

13/12/2013

Da Lama ao Tri - Muhlenberg conta em livro a epopéia que foi a improvável conquista da Copa do Brasi

Comandante do Urublog, pai de duas lindas Rubro-Negras, o publicitário Arthur Muhlenberg lançará no próximo dia 16, às 19hs na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, o livro “Da LAMA ao TRI” contando a trajetória do Mais Querido ao longo de 2013 até a inesperada conquista da Copa do Brasil.

A obra traz divertidas caricaturas de Vinícius, com os principais personagens desse novo e heroico triunfo rubro-negro, Prefácio de Roberto Assaf e texto de quarta capa de Ruy Castro. Arthur atendeu ao convite do site Falando de Flamengo para contar um pouco sobre o livro e convidar os nossos leitores para o lançamento.

De onde surgiu a idéia de elaborar um livro sobre a trajetória do futebol Rubro Negro no ano de 2013?

Na verdade o livro é bem menos ambicioso. Trata apenas da trajetória do Mengão na CB. E a ideia surgiu do meu editor Paschoal Ambrosio Filho, da Maquinaria, que logo entre aquele chocolate no Foguinho nas 4ªs e o primeiro jogo com o Goiás me procurou com a proposta de tentar fazer um livro sobre um possível TRI da Copa do Brasil. Nos mesmos moldes do Hexagerado, sobre o nosso Hexa.

Fiquei amarradão, mas ao mesmo tempo aumentou consideralvelmente o meu nível de tensão em cada jogo até a final. Primeiro porque corriamos o risco de ter o trabalho todo jogado fora caso o Mengão não se comportasse como o Flamengo. E em segundo lugar, uma certa neura judaico-cristã que considera pecado misturar religião com negócios. Por sorte não somos botafoguenses e não cultivamos superstições idiotas, pois se fosse o caso o livro não teria saído.

O Livro é uma obra que tem por objetivo resgatar todos os acontecimentos deste ano. Na sua opinião a história deste ano influenciou na conquista do título (que era praticamente improvável)?

Como eu disse, o livro é sobre o Mengão na Copa do Brasil. São os posts que eu já publiquei no blog desde maio durante a campanha e uns 3 textos extras. Lógico que a conjuntura foi decisiva pra conquista, e muitos dos acontecimentos envolvendo a mudança de mentalidade administrativa pela qual o Flamengo passou e ainda vem passando acabam surgindo nos textos, como, por exemplo, a discussão castiça sobre os preços dos ingressos onde muita gente perdeu completamente a linha e tentou levar uma discussão que era de mercado para o campo pantanoso da politica social retrô. Por mais antifutebol que essa temática seja, acabou entrando no livro, porque na minha opinião esse debate foi tão decisivo quanto os jogos.

0,,17186996-EXH,00A literatura futebolística tem crescido exponencialmente no Brasil, onde a paixão pelo futebol é cultural. Sabemos de sua facilidade em falar sobre o assunto. Mas o que é para você falar do FLAMENGO?

Falar do Flamengo, pelo menos pra mim, há muito tempo já não é um ato pensado, uma decisão racional, algo que eu resolva fazer no momento X ou Y. Falo de Flamengo o tempo todo, seja no blog, seja nas redes sociais ou nos facebooks primitivos, tambem conhecidos como botecos e esquinas. Falar do Flamengo é o que me motiva, desde que eu sou moleque, a abrir o jornal, a ligar a TV ou o rádio. Parece muito com respirar, piscar os olhos, suar debaixo do suvaco – faço essas coisas automatica e organicamente, não consigo sequer imaginar como seria não falar de Flamengo.

Deixa um recado para os leitores do Falando de Flamengo, e o convite para o lançamento do seu livro.

Maravilhosa mulambada bem vestida, espero por todos vocês na Livraria da Travessa, na segunda-feira, dia 16 de dezembro, às 19:00 h para o lançamento do humilde livrinho Da Lama ao TRI. Acho que o lançamengo pode ser uma boa oportunidade pra a mulambada se reunir antes do ano acabar e ainda deixar um qualquer lá pro tio. Portanto, não se atrasem e se quiserem garantir um excelente atendimento na livraria (assim como nas outras lojas do shopping) capriche nos trajes e vista o Manto.

Vamos fazer um Bate bola diferente! Com respostas apenas sobre 2013:

Ídolo: Hernane Broca D’Or
Gol inesquecível: Elias, contra o Cruzeiro
Partida inesquecível: Flamengo 4 x 0 Foguinho
Ser Flamengo é: É andar por aí traquilão passando o rodo na humildade. Sabedor que o seu é maior do que o de todos os outros.

Fonte: http://www.falandodeflamengo.com.br/

Estamos no Facebook